Após reatar com esposa, jogador do PSG é acusado por mulher trans de nova traição - PORTAL FERRAZ E O POVO

Últimas notícias

Após reatar com esposa, jogador do PSG é acusado por mulher trans de nova traição

 


Rio - Nas últimas horas, um novo nome foi acrescentado à novela entre Wanda Nara e Mauro Icardi. Guendalina Rodríguez, uma mulher trans, afirma ter mantido relações sexuais com a atacante do Paris Saint-Germain em 2019, quando ele ainda era jogador da Inter de Milão.

"Icardi gosta da vida maluca. Ele me contatou através de uma agência de acompanhantes perguntando se eu estava disponível para jantar. Ele me escolheu em um catálogo, eu não sabia quem ele era porque não sou fã de futebol”, começou, em entrevista ao do programa de rádio argentino 'El Show del spectacle'.
“Mauro achava que eu era mulher, mas ele gosta de perversão e amou esse meu lado. Icardi gosta de garotas trans. Já houve um escândalo em 2014 ou 2015 com outra trans argentina. Ele está com a Wanda porque tem medo. Ele guarda tudo, a vida profissional dele”, continuou a explicar.
Guendalina afirma que o atacante argentino desejava ser ‘livre’, e se defendeu de acusações de calúnia, postando ‘provas’ nos stories de seu Instagram.
“Nas mensagens de quarta-feira, 20 de outubro, ele me disse por vídeo chamada que gostaria de viver com calma e livre para fazer o que quiser e que espera que Wanda o perdoe. Se eu tivesse inventado tudo como muitos pensam, passados dois anos teria recebido uma ação judicial ou algo do tipo. Mas nada disso.”