Rui Costa proíbe realização de "paredões" na Bahia após chacina no Uruguai - PORTAL FERRAZ E O POVO

Últimas notícias

Rui Costa proíbe realização de "paredões" na Bahia após chacina no Uruguai



 O governador Rui Costa (PT) anunciou, nesta quarta-feira (13), que proibiu a realização de festas no formato "paredão" em toda a Bahia. A decisão aparece após uma chacina ocorrer no bairro do Uruguai, na madrugada. Seis pessoas morreram e outras 12 ficaram feridas.

"Não vamos permitir esses 'paredões' no meio das ruas. Se tem um evento que ela [a prefeitura] vai permitir fechamento de rua, som no meio da rua e aglomeração no meio da rua, tem que dar autorização formal e comunicar previamente a Polícia Militar para tomar providência. Fora isso, a partir de hoje que a polícia tome providência para não permitir a realização de nenhum 'paredão'".

Uma das vítimas fatais da chacina é Alexsandro dos Santos Seixas, de 16 anos. O jovem, morador do bairro, aproveitou que a mãe dormia e saiu escondido para a festa. “Eu estava dormindo, não sabia [que ele tinha saído de casa], ele foi embora, meu filho. Eu disse a ele: ‘não saia’, enquanto eu dormia ele saiu escondido. Eu deitei porque estava cansada do trabalho e acordei com a notícia. Ele fez 16 anos no dia 24 de setembro”, contou em entrevista à TV Record Itapoan.

Leia também: Dois condomínios de luxo são alvos de furtos em bairros nobres de Salvador; assista

Suspeito de matar estudante de medicina a facadas é preso na Bahia

Além de Alexsandro, a Polícia Civil informou que os mortos foram identificados como Deivison da Conceição Santos Santana, Adriane Oliveira Santos, Jailton Sales do Santos e Terezinha Sales dos Santos. A sexta vítima fatal não foi identificada.

Um desentendimento, supostamente ocosaionado pelo tráfico de drogas na região, teria sido o motivo do tiroteio no Uruguai. De acordo com a polícia, diligências estão sendo realizadas para investigar o envolvimento de outras vítimas, que foram baledas durante a ação. Caso elas tenham participação no crime, também serão autuadas em flagrante.  Ao que tudo indica, um dos indivíduos que veio a óbito teria iniciado a confusão.