Rádio Web Ferraz

RÁDIO WEB FERRAZ

Últimas notícias

Santuários do turismo religioso da Bahia são divulgados na Expocatólica

 



Festas de devoção a santos católicos que reúnem milhares de fiéis todos os anos, entre baianos e turistas, estão de volta aos calendários das arquidioceses, após a crise sanitária. Elas promovem o turismo religioso da Bahia, que oferece também o patrimônio histórico e cultural de igrejas seculares, museus e obras sacras valiosas.

Os atrativos são divulgados pela Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA) na Expocatólica, a maior feira de produtos e serviços voltados para o catolicismo, na América Latina. O evento foi aberto na sexta-feira (27), no Expocenter Norte, em São Paulo, para quatro dias de atividades. São esperados 30 mil participantes.

Os atrativos são divulgados pela Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA) na Expocatólica, a maior feira de produtos e serviços voltados para o catolicismo, na América Latina. O evento foi aberto na sexta-feira (27), no Expocenter Norte, em São Paulo, para quatro dias de atividades. São esperados 30 mil participantes.

No estande da Bahia, estão retratados os santuários Senhor do Bonfim, Nossa Senhora da Conceição da Praia, Bom Jesus da Lapa, Nossa Senhora das Candeias e Santa Dulce dos Pobres. Imagens dos santos e artigos religiosos atraem os visitantes, que também dispõem de informações e vídeos sobre as festas católicas que acontecem no estado.

Tem chamado a atenção a escultura de Santa Dulce, em tamanho real, a preferência dos visitantes para fotos. “A gente pensa que santidade é uma coisa impossível de se alcançar, mas Santa Dulce veio para mostrar que vale a pena fazer o bem. Emocionante tirar foto ao lado da representação dela. Aproveitei para fazer um pedido: quero conhecer os santuários da Bahia”, relatou a representante da Faculdade Ítalo de São Paulo, Vitória Aragão.

Presente na feira, o presidente do Conselho Administrativo das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid), José Joaquim de Carvalho, ressaltou a importância da ação promocional, que pode ajudar a instituição a se recuperar da dificuldade financeira que atravessa. “Todos sabem que enfrentamos obstáculos para manter os nossos serviços sociais. Essa divulgação do turismo religioso, que envolve a primeira santa brasileira, é uma iniciativa que pode sensibilizar doadores”.