Últimas notícias

MPs ajuízam ação para pedir reabertura das UPAs de Roma e Escada

Foto: Divulgação/Sesab
Foto: Divulgação/Sesab

Os ministérios públicos Federal da Bahia (MPF-BA) e Estadual (MP-BA) ajuizaram, na quarta-feira (20), uma ação civil pública para pedir o restabelecimento dos serviços prestados nas unidades de Pronto Atendimento (UPA) de Roma e Escada, que tiveram suas atividades encerradas em dezembro de 2016.
Segundo a promotora de Justiça Rosa Patrícia Salgado e o procurador da República Fábio Conrado Loula, autores da peça, “os cidadãos soteropolitanos estão sofrendo sérios prejuízos na assistência à sua saúde” com fechamentos das UPAs.
Na ação, os integrantes do MP pedem ainda que a Justiça determine à União que se abstenha de desabilitar as UPAs de Roma e do Subúrbio Ferroviário, e que mantenha o recurso de custeio e qualificação, ou remaneje as verbas para outra UPA no Distrito de Itapagipe e no Subúrbio Ferroviário.