Últimas notícias

Renan acusa Temer de ter feito acordo com Janot para livrar Cunha

Hoje na oposição, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) está em guerra contra o presidente Michel Temer (PMDB). Renan agora acusa Temer de ter mantido negociações com o ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, na tentativa de livrar seus aliados da Operação Lava Jato, incluindo ministros e o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), hoje preso. Segundo o senador, Cunha e Temer são “umbilicalmente” ligados. “Aquilo ali é um corpo só.”
Renan relatou conversas mantidas com o presidente pouco antes de seu rompimento com o governo, em fevereiro. Disse que Temer combinou que “fecharia os olhos” para a sucessão de Janot, nomeando um aliado do ex-procurador-geral, Nicolao Dino, caso ele fosse o mais votado na lista tríplice do Ministério Público.
Renan afirmou que, em troca da indicação de Dino, Temer teria acertado que Janot não denunciaria os ministros. “Foi por isso que Michel fez aquele pronunciamento, em fevereiro, dizendo que, se um ministro fosse denunciado, seria afastado do governo. Já tinha um acordo”, afirmou Renan.