Últimas notícias

Seis receitas de alimentação viva



A alimen
tação viva é uma vertente do vegetarianismo. Ela defende que, para manter a maior quantidade de nutrientes, os alimentos devem ser ingeridos cru
s


alimentação viva é uma vertente do vegetarianismo. Ela defende que, para manter a maior quantidade de nutrientes, os alimentos devem ser ingeridos crus. Sem o cozimento, outros procedimentos são utilizados para amolecer os grãos e legumes, como a marinação, germinação e desidratação, que só pode ser feita até 42 graus célsius. Confira as receitas e o modo de preparar pratos comuns aos adeptos desse tipo de dieta. Aprenda a fazer o molho de gengibre, o molho de iogurte vegetal, o creme de ervilha com inhame, a trufa como sobremesa e o suco de clorofila. Bom apetite!
1. Saladas
Os alimentos vivos mais fáceis de preparar são as saladas. Adeptos da comida viva sugerem que elas contenham ingredientes variados frescos, molhos saborosos e gorduras benéficas. Quanto mais colorida a salada for, melhor. 
Ingredientes:
Raízes: beterraba, cenoura, rabanete, nabo ralado em tirinhas.
Frutas: abobrinha, pepino, pimentão, maçã, pera.
Frutas secas: damasco, tâmara, uva-passa.
Folhas verdes: alface, agrião, rúcula, couve, almeirão, chicória.
Crucíferas: brócolis, couve-flor bem picadinha.
Ervas: salsinha, coentro, manjericão, tomilho, orégano, alecrim.
Sementes e castanhas: chia, linhaça, girassol, abóbora, amêndoas, caju, castanha-do-pará, nozes.
Modo de preparo:
Escolha um ingrediente de cada grupo (como raízes, frutas, ervas etc.) e corte em fatias finas ou pequenos cubos. Misture-os em uma tigela própria para salada. Escolha um molho para acompanhar. Abaixo, duas opções de receitas.