Últimas notícias

Temer libera R$ 500 milhões para sindicatos em troca da Previdência

CUT vigilia

Em troca de apoio para aprovação da reforma da Previdência, o presidente Michel Temer (PMDB) irá baixar portaria para liberar R$ 500 milhões em verbas do imposto sindical que estavam retidas na União, de acordo com a coluna Painel, da Folha.
O valor corresponde a um acordo entre as entidades, o Ministério Público, a Caixa Econômica Federal e o governo. Quem assinará o texto é Ronaldo Nogueira, ministro do Trabalho.