Últimas notícias

FACHIN ESCOLHEU PLENÁRIO PARA EVITAR DERROTA CERTA NO CASO LULA

Reuters:
A decisão do ministro Edson Fachin de negar o habeas corpus do ex-presidente Lula foi estrategicamente calculada; ministro do STF remeteu o caso para o plenário da corte, e não para a Segunda Turma, como seria usual; os ministros Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli têm votado contra Fachin e poderiam mudar o entendimento sobre prisão após condenação em segunda instância; no Plenário, boa parte dos ministros só querem discutir o caso de Lula quando ele já estiver preso, caso o TRF-4 confirme a execução da pena, como se espera