Últimas notícias

Em vídeo, Lula diz que 'poderia ter fugido, mas não quis'

[Em vídeo, Lula diz que 'poderia ter fugido, mas não quis']
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse que poderia ter fugido, mas decidiu se entregar à Polícia Federal para "enfrentar os problemas" e provar sua inocência. A declaração está em um vídeo divulgado neste domingo (22) nas redes sociais do petista. Com um minuto e vinte e nove segundos dr duração, o material foi gravado pouco antes de Lula deixar o sindicato dos Metalúrgicos do ABC, no último dia 7 de abril, se entregar à PF e ser preso em Curitiba.
"Queria dizer ao povo brasileiro que essa decisão minha de aceitar o cumprimento do mandado [de prisão] é para provar uma coisa neste país. Primeiro, que eu não tenho medo das denúncias contra mim porque sou inocente. Segundo, poderia ter fugido. Estive na divisa do Paraguai com o Brasil, estive em Foz do Iguaçu, estive do Uruguai e da Argentina, poderia ter saído. Poderia ter ido para uma embaixada", afirmou.
"Eu não tenho medo das denúncias contra mim, porque eu sou inocente. E não sei se meus acusadores são." - Lula, momentos antes de se apresentar à Polícia Federal no dia 7 de abril, em São Bernardo.

Vídeo: Ricardo Stuckert
Lula fez uma caravana pelo Sul do Brasil entre 19 e 28 de março deste ano. No Paraná, um ônibus da caravana chegou a ser baleado.
"Não quis fugir porque quem é inocente não corre, enfrenta os problemas. E quero provar minha inocência. Se tem político que não tem honra e não se defende, eu tenho muita honra e quero me defender. É por isso que estou muito tranquilo", acrescentou.

O ex-presidente também aproveita para a atacar o juiz federal Sergio Moro, o procurador Deltan Dallagnol e a TV Globo. "Quero provar que eles estão mentindo a meu respeito, eles sabem que é mentira e estão quase como serviçais da Globo", afirmou.