Últimas notícias

Acusado de cuspir em funcionário do Vasco, Elton diz que estavam "chamando o Bahia de time pequeno"

[Acusado de cuspir em funcionário do Vasco, Elton diz que estavam
Na noite da última segunda-feira (17), o Bahia perdeu para a equipe do Vasco pelo placar de 2 a 0, mas mesmo com a derrota, avançou para as quartas de final da Copa do Brasil. Porém, mesmo com o apito final do árbitro, os nervos seguiram muito inflamados em São Januário. Após a partida, muitos torcedores e dirigentes do Vasco criticaram os jogadores do Bahia por fazerem cera em diversos momentos.
Após isso, o volante Elton, do Tricolor, foi acusado de dar uma cusparada em um funcionário do clube carioca. Em entrevista ao canal Esporte Interativo, o jogador do Esquadrão deu a sua versão dos fatos.
“O negócio foi que eles querem tomar as dores a torcida. Nos xingaram e eu fiz assim (sinal de mão nos ouvidos) para eles falarem mais. Aí eles disseram: ‘Ah, não pode fazer isso’. Vieram para cima de mim, e ali, cada um vai defender o seu. Eles falaram o que eles falaram para mim? Me chamaram de jogadorzinho medíocre, jogador de time pequeno. Está chamando o Bahia de time pequeno? Eles têm que ter respeito. Eu estava mexendo com a torcida eles tomaram as dores. Lógico que eles são diretores, tomaram a dor, mas também não pode falar aquilo que falou para mim. Eu dei uma cusparada sim, mas não bateu neles não”, declarou.
Em entrevista coletiva após o jogo, o técnico da equipe do Vasco, falou sobre o ocorrido.
“Não vou citar o nome do atleta, mas naquela confusão que aconteceu aqui, um dos jogadores do Bahia cuspiu em um dos nossos diretores. Então, é uma atitude reprovável, porque não se cospe na cara de ninguém. Isso aí é pior que um soco, é melhor você tomar um soco do que uma cuspida. Mas é esse nível que a gente precisa, como treinador, coibir”, declarou. (Bocão News)