Últimas notícias

Após mais uma assembleia, professores decidem continuar greve em Salvador

Após mais uma assembleia, os professores da rede municipal de ensino decidiram por manter a greve, em Salvador. A decisão foi tomada na tarde desta segunda-feira (06), no Ginásio dos Bancários, no bairro dos Aflitos.
A paralisação, que foi iniciada em 11 de julho deste ano e segue para completar um mês, acontece durante a campanha salarial dos docentes, que ainda não conseguiram chegar a um acordo com a Prefeitura da cidade.
O pedido inicial da categoria foi de um reajuste de 12,5% no salário, mais adiante, o valor foi reduzido para 6,8% linear, mais os 2,5% de avanço na referência, que é uma espécie de promoção na carreira dos profissionais que ainda estão trabalhando. A Prefeitura de Salvador, contudo, ofereceu 2,5%.