Últimas notícias

Muita carne pode ser tão ruim para a dieta quanto o excesso de carboidrato

Com o sucesso das dietas proteicas e low carb, muita gente transforma o churrasco na opção oficial do sábado e o bife com salada na do almoço de segunda a sexta, ou quase. Só que, consumida com muita frequência, além de provocar o acúmulo de gordura nas artérias e no fígado, a carne vermelha pode ser tão prejudicial à saúde (e à balança) quanto o excesso de carboidrato.
Mais de três vezes por semana, ela eleva o risco de diabetes e de outras doenças que alteram o metabolismo da glicose, segundo um estudo da Universidade de Arkansas, nos Estados Unidos. A recomendação da endocrinologista Lúcia Flávia Carpilovsky, do Rio de Janeiro, é variar ao máximo as fontes de proteína: “Queijo e iogurte desnatados, frango, peixe, leguminosas (feijão, lentilha) e oleaginosas (castanhas, nozes, avelã) são boas opções para alternar com a carne vermelha.” Assim, a única coisa que você sai perdendo é peso. (Informe Baiano)