Últimas notícias

Dez de 11 vereadores de cidade no Tocantins têm prisão decretada Por Ricardo Banana - 26 de janeiro de 2019

Imagem: Advogado é preso em Mato Grosso.
Dez dos 11 vereadores do município Augustinópolis, na região norte do Tocantins, tiveram prisão decretada pela Justiça por suspeita de participarem de esquema de recebimento R$ 1,5 milhão em propina. Segundo o Ministério Público, o grupo teria recebido uma mesada mensal para aprovar projetos da prefeitura.

Até agora, sete vereadores foram presos e três estão foragidos em operação da Polícia Civil em conjunto com o Mistério Público do Tocantins, realizada nesta sexta-feira (25).

O presidente da Câmara de Vereadores, Cícero Cruz Moutinho (PR), foi o único a não ter prisão decretada, mas foi conduzido coercitivamente pela polícia para prestar esclarecimentos na manhã de hoje. Ele afirmou que ficou surpreso com a acusação contra seus colegas e disse que não desconfiava do esquema.