Últimas notícias

Engenheiro do DNOCS garante que barragem do Poço Grande não corre risco de romper

Após participar de audiência com Lucas Lobão, coordenador estadual do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs), acompanhado do deputado Alex da Piatã, na segunda (28/01) em Salvador, para saber da situação da barragem do Açude do Poço Grande, mediante a repercussão de risco de rompimento, segundo dados da ANA – Agência Nacional de Águas – o prefeito Silva Neto de Araci, ao lado da vice-prefeita Maria Betivânia (Keinha), recebeu, na manhã desta terça (5), a visita do coordenador e do engenheiro civil Raimundo Peixoto, que faz parte da equipe de segurança de barragens do Dnocs na Bahia, para uma vistoria in loco no Açude de Poço Grande.
Foto: Teones Araújo
A comitiva do prefeito integrada pelos vereadores Valter Andrade (Guinha de Pascoal), José Augusto, a vereadora Jamile da Costa, secretários e assessores, além da vice-prefeita, acompanhou de perto as explicações do engenheiro, que afirmou: ” Hoje, a barragem do Poço Grande tem 75% do seu volume de água, com 49 milhões de litros cúbicos. Vimos aqui que há algumas frisuras e rachaduras no coroamento – parte de cima – da barragem. Porém, quero tranquilizar a população que isso não representa perigo à segurança da barragem. Ou seja, não há risco eminente de romper. Há uma anomalia que precisa ser recuperada para não avançar e será feita”.
O coordenador Lucas Lobão, por sua vez, explicou o motivo dessa vistoria: ” Nossa visita aqui na comunidade do Poço Grande tem por objetivo ver a real situação da barragem, a pedido do deputado Alex da Piatã e do prefeito Silva Neto, que mostraram preocupação depois do relatório da ANA (Agência Nacional de Águas) veiculado na imprensa, logo após a tragédia de Brumadinho. Mas quero, garantir a todos moradores, pescadores, turistas, em fim a toda população, que não há esse risco eminente. Antes mesmo do ocorrido em Minas Gerais, nossa equipe de engenharia que cuida dessa área, fez o acompanhamento em todas as barragens do Dnocs na Bahia, inclusive aqui em Araci e não há motivo pra esse alarde todo. Por isso tranquilo a população que não há o risco de rompimento. E vamos continuar com esse trabalho de vistorias e recuperação em todo estado, pois já temos cerca de 23 milhões disponíveis para eventuais intervenções.”
Prefeito Silva Neto. Foto: Teones Araújo
Silva Neto, comentou sobre a importância da visita técnica: “Quero agradecer ao deputado Alex da Piatã pela mobilização e preocupação em buscar informações junto ao Dncos e solicitar essa vistoria. Também agradeço ao coordenador Lucas Lobão pela presença, pois, assim, podemos tranquilizar a população ribeirinha e de toda região, já que não tem risco de rompimento da barragem, conforme nos garantiu o engenheiro Raimundo Peixoto. Além disso, temos a garantia dessa importante reserva hídrica para nosso município e nossa região seca e semiárida.”
Foto: Teones Araújo
O deputado Alex da Piatã não pôde acompanhar a comitiva, por motivo de saúde, já que está hospitalizado para realização de cirurgia, mas comentou via telefone o resultado desse acompanhamento: “Graças a Deus a barragem de Poço Grande não tem risco de romper. Nossa preocupação em levar o coordenador e o engenheiro do Dnocs ao distrito, foi justamente para ter a certeza, com respaldo técnico, de que a população de lá da região não corre esse perigo, alarmado pelos dados da ANA. Parabéns Silva Neto, vice-prefeita Keinha, vereadores que estiveram presentes e toda sua equipe de governo, pela mobilização. Aproveito para agradecer ao coordenador Lucas Lobão por atender nossa solicitação”.
Uma parceria entre a prefeitura de Araci e o Dnocs será feita para realizar as pequenas intervenções apontadas pelo engenheiro, a fim de conter o possível avanço das frisuras, além de promover as manutenções necessárias, como limpeza da vegetação.

Foto: Teones Araújo
Histórico
O Açude de Poço Grande, também chamado de Açude Araci, foi inaugurado em 1964, construído e administrado pelo Departamento Nacional de Obras Contra a Seca, com o intuito de amenizar as dificuldades vividas pelas famílias do dsitrito nos períodos de estiagem. Sua trincheira tem altura de 15 metros acima da fundação e um comprimento de coroamento de 1070 metros (segundo ferramenta de medição de distância do Google Maps). Sua área de ocupação de solo em sua capacidade total é 18 quilômetros de espelho d’água. Conforme informações do DNOCS, esse grandioso reservatório que represa as águas do Riacho Carnaíba, transbordou duas vezes: em 1997 e 2017.
Turismo
O complexo turístico do poço grande é um dos ponto mais frequentados do município araciense, formado por praia artificial e conta com relativa infraestrutura, com restaurantes de comida típica. A boa pescaria também é alternativa ao turismo, além da pratica de banho, e possibilidade de passeio em moto aquática.
Redação CN