Últimas notícias

Lauro de Freitas: Advogada acusa delegado e PMs de agressão;

Lauro de Freitas: Advogada acusa delegado e PMs de agressão; veja vídeo
Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal
A advogada Thalita Coelho Duran acusa Policiais Militares e o delegado Geovani Paranhos Santos, da 23ª Delegacia, em Lauro de Freitas, de agressão física. O incidente, registrado em vídeo, ocorreu neste sábado (2), quando ela atendia clientes naquela unidade, e após ser empurrada, machucou o ombro. 

“O delegado, além de impedir que ela conversasse com os clientes antes, não permitiu que ela lesse o interrogatório do cliente dela. Então ela disse que não ia assinar uma coisa que ela não leu”, relata a advogada Fernanda Cardoso, que integra a Comissão de Direitos e Prerrogativas na OAB da Bahia. “Ela entrou em contato com a OAB-BA e ai a gente conversou e eu orientei da gente ir na Corregedoria ontem mesmo, para ela tentar pegar a guia para fazer o exame pericial. Só que as corregedorias estavam fechadas e ela se deslocou para a Central de Flagrantes, para registrar o fato, entretanto, a central se declarou incompetente devido ao território, porque o fato aconteceu em Lauro de Freitas. E não tinha como a gente registrar a ocorrência em Lauro de Freitas, porque seriam justamente os agressores”, explica Fernanda. “Então nós da OAB-BA estamos indo agora na Corregedoria da Polícia Militar registrar o fato e vamos em seguida na Corregedoria da Polícia Civil. Vamos às duas corregedorias, porque ela foi agredida tanto pelo delegado, como pelos policiais militares. A gente vai registrar agora e amanhã já vamos tomar as providências, que seria a notícia crime”, acrescentou. “O que chocou mais ainda é que foi uma agressão no exercício da profissão, e que se tratava de uma mulher”, destacou Fernanda Cardoso.