Últimas notícias

Haddad é multado em R$ 170 mil por impulsionar conteúdo sobre Bolsonaro

O ex-candidato à Presidência, Fernando Haddad (PT), foi multado em R$ 176.515 por ter impulsionado conteúdo sobre o presidente Jair Bolsonaro (PSL), durante a campanha presidencial do ano passado. A decisão foi tomada pelo ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Luiz Edson Fachin, na terça-feira (26).
Conforme o processo, a campanha do petista pagou R$ 88.257 ao Google pelo serviço de impulsionamento. A multa foi o dobro do valor do contrato. A campanha de Haddad, no entanto, afirmou que não era autora do conteúdo e apresentou informações que mostravam que as matérias não eram mentirosas.