Últimas notícias

Colisão entre van e caminhão deixa oito mortos em São Gonçalo; vítimas eram trabalhadores de um aviário da região

Colisão entre van e caminhão deixa oito mortos em São Gonçalo; vítimas eram trabalhadores de um aviário da região

Um gravíssimo acidente que ocorreu na rodovia que liga São Gonçalo dos Campos a Feira de Santana, na manhã desta quinta-feira (20) deixou oito pessoas mortas.

De acordo com o sargento PM Rogério, um caminhão de transporte de carga animal colidiu com uma van que transportava funcionários de uma empresa de frango do município de São Gonçalo dos Campos.

De acordo com o Site Acorda Cidade, um motorista identificado por Luiz Carlos, disse que chegou ao local do acidente cerca de seis minutos depois, ele relatou que o caminhão seguia de Cruz das Almas, sentido Feira de Santana quando bateu com a van. Ele afirmou ainda que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) demorou a chegar para atender as vítimas.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

“Foi por volta das 7h30. Oito pessoas morreram e três foram para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA)”, relatou.

O prefeito do município de São Gonçalo dos Campos, Carlos Germano esteve no local do acidente e também lamentou o fato. Ele afirmou que as informações iniciais foram de que o motorista do caminhão perdeu o controle do veículo.

“Vim dar meu apoio e estou muito triste. Havia pessoas de Feira de Santana e daqui do município. Pedimos o apoio de ambulâncias, do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Três pessoas foram socorridas para o HGCA e espero que elas se recuperem”, comentou.

O tenente Luiz Américo do Corpo de Bombeiros comentou que 11 homens da corporação participaram do resgate das vítimas e que houve dificuldades no trabalho porque algumas vítimas ficaram presas nas ferragens, entre elas, o motorista da van e uma passageira que estava na frente e ficou ferida e ainda, três pessoas que estavam no fundo da van que morreram. Ele informou que o motorista do caminhão teve várias fraturas nos braços, um possível traumatismo craniano, várias escoriações e inspirava cuidados especiais.

“Utilizamos no resgate o desencarcerador para retirar as vítimas das ferragens e o equipamento de proteção individual. Foi um trabalho árduo, por mais técnico que a gente seja, empre vai ter um desgaste físico da equipe. Daí a importância da equipe está treinada, preparada, para um ajudar o outro entendendo o que está fazendo para que as forças se somem”, declarou.


Luiz Américo ressaltou que os corpos que estavam no fundo da van usavam o cinto pélvico. Segundo ele, é a recomendação é que os veículos possam ter o cinto de três pontas, que é muito mais seguro.

Vítimas fatais

Jorge Luiz Chagas de Assis, 38 anos

Wagner Oliveira Costa, 33 anos

Eliomar dos Santos Teixeira, 44 anos

Iara Lima Oliveira, 33 anos

Luciane de Jesus Sampaio de Freitas, 37 anos

Georgea Oliveira da Paixão, 19 anos

Bruna Porto Suzarte, 21 anos

Jeilson Pereira dos Santos, 47 anos



CN * Acorda Cidade