Últimas notícias

Família se revolta após suspeitos de matar sargento serem liberados em a...


Os três suspeitos de matarem um sargento da Polícia Militar, em Manaus, tiveram a prisão decretada neste sábado (22), após terem recebido a liberdade provisória, na sexta-feira, em audiência de custódia no Tribunal de Justiça do Amazonas. 
Ao saírem da audiência de custódia, os suspeitos foram agredidos pelos familiares do sargento, que não se conformavam com a decisão do juiz.
Segundo o G1, a decisão foi tomada pela juíza Luciana Nasser, do plantão criminal, após pedido da polícia aberto na manhã deste sábado. 
Um quarto homem, também apontado como participante do latrocínio, já está preso. 
Crime
O sargento da reserva da Polícia Militar foi executado com dez tiros na Avenida Autaz Mirim, Zona Leste de Manaus, na noite desta quarta-feira (19), durante um assalto. Os homens foram a uma loja de eletrodomésticos e abordaram o sargento, que teria reagido e foi baleado pelos assaltantes.
Cinco homens chegaram em um carro e três iam entrar na loja para praticar o assalto. O sargento estava na porta e reagiu ao assalto.