Últimas notícias

Por homofobia, Vasco pode perder pontos ganhos em jogo contra o São Paulo

Medina

O time do Vasco obteve um grande resultado, na tarde deste domingo (25/8), jogando em seus domínios, no Estado de São Januário, contra o São Paulo. O time carioca venceu por 2 a 0, mas vive o drama, agora, da possibilidade de perder os três pontos pela vitória. Isso porque o juiz, Anderson Daronco, relatou na súmula a ocorrência de atitude homofóbica de torcedores vascaínos.

Durante o jogo, quando o placar era de 1 a 0, foram ouvidos gritos desrespeitosos da arquibancada: "time de viado". O árbitro paralisou a partida, conversou com os capitães e treinadores das duas equipes sobre a situação que infringe as regras do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

De acordo com o  Artigo 243-G do Código Disciplinar, praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência".

No parágrafo 1º, do referido artigo, as possíveis consequências para o Vasco ficam evidenciadas: "Caso a infração prevista neste artigo seja praticada simultaneamente por considerável número de pessoas vinculadas a uma mesma entidade de prática desportiva, esta também será punida com a perda do número de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e, na reincidência, com a perda do dobro do número de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente; caso não haja atribuição de pontos pelo regulamento da competição, a entidade de prática desportiva será excluída da competição, torneio ou equivalente. (Incluído pela Resolução CNE nº 29 de 2009).