Últimas notícias

Bebê arrancado do útero da mãe pela própria tia de 13 anos recebe alta médica

Bebê arrancado do útero da mãe pela própria tia de 13 anos recebe alta médica

O bebê que foi arrancado da barriga da mãe ficou cerca de 15 dias internado e teve alta nesta quinta feira (21/11), de acordo com informações do SBT. A mãe da criança morta pela própria irmã, que ainda feriu um outro familiar. O crime aconteceu no dia 20 de outubro, em Porto Velho, Rondônia. Segundo o programa "Primeiro Impacto", o pai e a tia materna lutam pela guarda da criança, que deve ficar em um abrigo até a decisão da Justiça.

A suspeita de cometer o crime tem 13 anos. Ela matou sua irmã, Fabiane Pires, grávida de oito meses na época, e arrancou o bebê da barriga da vítima. A menina tinha praticado o procedimento em seis gatos, que foram encontrados mortos, antes de retirar o feto da irmça. Outro filho de Fabiane e sobrinho da suspeita, de 7 anos, foi morto a pedradas e teve o corpo jogado em um lago.

A menina confessou o crime. Ela disse em depoimento que o bebê foi encomendado por uma mulher. A polícia prendeu duas pessoas e apreendeu quatro menores envolvidos no caso. Todos estão à disposição da Justiça.