Últimas notícias

Empresários baianos são presos suspeitos de sonegar R$ 20 milhões em esquema

Empresários baianos são presos suspeitos de sonegar R$ 20 milhões em esquema

Três empresários foram presos nesta sexta-feira (13/12), em Salvador e no município de Tucano, na Bahia, durante uma operação do Ministério Público (MP-BA) e das secretarias estaduais da Fazenda (Sefaz) e de Segurança Pública (SSP). José Iranildo Andrade dos Santos, Rita de Cássia Rodrigues Souza e José Maurício Soares, conhecido como “testa de ferro”, são suspeitos de sonegação fiscal em mais de R$ 20 milhões, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Os alvos da operação foram empresas do setor atacadista de alimentos suspeitas de fazer parte do esquema de sonegação fiscal. Segundo o MP, também há suspeita de utilização de "pessoas laranjas" nos quadros societários e de notas fiscais falsas, chamadas pelos suspeitos de "notas tabajara". O material era usado para burlar a fiscalização e acobertar o trânsito de mercadorias, feitas por 30 caminhões do grupo e de familiares.

As empresas sonegadoras são: José Iranildo Andrade dos Santos ME, José Maurício Soares ME, Mário Sérgio de Jesus ME, M Soares de Andrade ME, Comercial de Alimentos Andrade Eireli, Rita de Cássia Rodrigues Souza ME, Maria Ivanildes Andrade dos Santos Bacelar ME e Maria Ivonete Andrade dos Santos ME.

Ainda segundo o MP, o valor foi calculado com base nas operações registradas nos sistemas da Sefaz. Por isso, o valor sonegado pode ser maior. Durante a operação, foram aprendidos documentos, computadores, dinheiro e quatro carros de luxo.