Últimas notícias

“Satisfeitos, mas esperamos reunião com SSP e empresas”, diz líder de motoristas sobre elucidação de chacina


Com a prisão do último suspeito envolvido na chacina que vitimou quatro motorista de aplicativo no último dia 13, a polícia elucidou o caso que comoveu a Bahia e causou repercussão internacional. Benjamin Franco da Silva, conhecido como Amanda, foi apresentado na manhã desta sexta-feira (27).

O presidente do Sindicato de Motoristas por Aplicativo e Condutores de Cooperativas do Estado da Bahia (SIMACTTER-BA), Átila do Congo, falou sobre o caso e se mostrou satisfeito com a detenção do último acusado pelo crime, porém cobrou medidas para melhorar a segurança da categoria.

“Estamos satisfeitos com a resposta que a Secretaria de Segurança Pública deu, o empenho mostrado pela Delegacia de Homicídios e pela Polícia Militar em dar a resposta a sociedade e não só para categoria”, disse Átila para o Varela Notícias.

“Mas a gente ainda aguarda a reunião que foi garantida pelo subsecretário [Ary Pereira de Oliveira] e pelo Comandante Geral da Polícia Militar [Anselmo Brandão] juntamente com o secretário de Segurança Pública [Maurício Barbosa] e as empresas para que as nossas pautas de segurança e as medidas preventivas sejam realizadas e colocadas em prática”, reforçou o sindicalista.

Entre as propostas feitas pela categoria estão medidas como o sistema integrado das empresas com a SSP; botão de pânico que acione a empresa para que dê a localização exata para a polícia; sistema de algorítimos para identificar palavras chave usadas pelos criminosos e a revisão da taxa de cancelamento que, segundo os condutores, coage os motoristas a aceitarem qualquer corrida e se colocando em risco.