Últimas notícias

Oscar 2020: Confira os vencedores na premiação


Filme

Pela primeira vez, a Academia premia um filme não falado em inglês. A obra derrotou Tarantino, Scorcese e mais um monte de favoritos na premiação.

Atriz

Competindo com concorrentes de peso como Scarlett Johansson, Charlise Theron e Saoirse Ronan, Renée Zellweger ficou com prêmio, por sua atuação espetacular em Judy: Muito Além do Arco-Íris.

Ator

Prêmio mais antecipado da noite, a estatueta de melhora ator ficou com Joaquin Phoenix e sua espetacular performance em Curinga. Leonardo DiCaprio, Adam Driver, Antonio Banderas e Jonathan Price só puderam aplaudir.

Direção

Deixando para trás diretores como Martin Scorsese, Quentin Tarantino e Sam Mendes, Bong Joon Ho leva o prêmio de melhor direção por conta de sua obra-prima Parasita.

Trilha sonora e canção

Trilha sonora original ficou com Coringa, desbancando Adoráveis Mulheres, História de um Casamento, 1917 e Star Wars: a Ascensão Skywalker. O prêmio para canção original ficou com Elton John e sua “(I’m Gonna) Love Me Again”.

Filme em língua estrangeira

Confirmando todas as expectativas, Parasita ficou com essa estatueta. Ovacionado pelo público do Oscar, derrotou Os Miseráveis, Corpus Christi, Honeyland e Dor e Glória.

Cabelo e maquiagem

O Escândalo ficou com a premiação. Derrotando Coringa, Judy – Muito Além do Arco-Íris, Malévola – Dona do Mal e 1917.

Efeitos visuais

O Oscar foi para 1917, pelos efeitos espetaculares durante o filme, programado para ser um longo plano-sequência. Deixou para trás Vingadores: Ultimato, O Irlandês, O Rei Leão e Star Wars: a Ascensão Skywlaker.

Fotografia e montagem

Segundo Oscar para Roger Deakins pelo trabalho em 1917. Desbancou a fotografia em preto e branco de O Farol, além de Coringa, O Irlandês e Era uma Vez em… Hollywood. O prêmio de melhor montagem foi para Ford vs Ferrari.

Edição de som

Primeiro Oscar da noite para a produção Ford vs Ferrari. Donal Sylvester, responsável pelo som do filme, falou sobre a importância desse aspecto na obra e agradeceu à Academia. O filme 1917 ficou com a estatueta de melhor mixagem de som.

Atriz coadjuvante

Primeiro prêmio da noite para uma produção Netflix. Com sua atuação em História de um Casamento, Laura Dern desbancou Kathy Bates, Scarlett Johansson, Margot Robbie e Florence Pugh.

Documentário

Como esperado, Indústria Americana levou o Oscar, desbancando Democracia em Vertigem, da brasileira Petra Costa. Não foi desta vez, mas a mensagem passada pela obra chegou ao mundo.

A obra Learning to Skateboard in a Warzone (aprendendo a andar de skate em uma zona de guerra) ficou com a estatueta de documentário em curta-metragem.

Figurino

Primeiro Oscar da noite para Adoráveis Mulheres. Deixando para trás O Irlandês, Jojo Rabbit, Coringa e Era uma Vez em… Hollywood.

Design de produção

Era uma Vez em… Hollywood, de Quentin Tarantino derrotou Jojo Rabbit, O Irlandês, 1917 e Parasita. As responsáveis agradeceram ao diretor por ter criado essa história “épica”.

Curta-metragem

The Neighbors’s Window (a janela do vizinho em português) ficou com a estatueta.

Roteiro adaptado

Derrotando os roteiristas de Coringa, Dois Papas, Adoráveis Mulheres e O Irlandês, o diretor, roteirista e intérprete de Hitler no filme Taika Waititi levou o Oscar de melhor roteiro adaptado por Jojo Rabbit.

Roteiro original

Parasita leva o prêmio de melhor roteiro original, desbancando um dos favoritos da noite, Quentin Tarantino. Será que isso indica que vem aí o Oscar de melhor filme? O diretor Bong Joon Ho ofereceu o prêmio à Coreia do Sul.

Animação

Toy Story 4 levou o prêmio de melhor animação. Os realizadores se disseram orgulhosos por estarem entre os competidores deste ano, que tinha Como Treinar Seu Dragão 3 entre eles. O filme Hair Love ficou com a estatueta de melhor curta animado.

Ator coadjuvante

Por sua atuação em Era uma Vez em… Hollywood, Brad Pitt ganhou o Oscar de melhor ator coadjuvante. Deixou para trás nomes como Al Pacino, Joe Pesci, Tom Hanks e Anthony Hopkins. Ao receber o prêmio, o ator agradeceu ao diretor Quentin Tarantino e a Leonardo DiCaprio, com quem atuou no filme.

Expectativa antes da premiação

“1917”, “Parasita”, Renee Zellweger, Joaquin Phoenix, Laura Dern, Brad Pitt: filmes e atores que aparecem como favoritos, neste domingo (9), ao Oscar, o mais importante prêmio do cinema e que encerra a temporada de premiações em Hollywood.

Mas, ao mesmo tempo, a cerimônia será realizada em um clima de denúncia por falta de diversidade entre os indicados, um problema que alguns acreditavam estar em processo de superação.

Nenhuma mulher aspira à estatueta de direção e, com exceção de Cynthia Erivo (“Harriet”), todos os atores e atrizes indicados são brancos.

No ano passado, por exemplo, os prêmios de atriz e ator coadjuvante foram para dois negros, Regina King e Mahershala Ali, que também é muçulmano. E o de melhor ator foi para Rami Malek, filho de imigrantes egípcios.

“Quando você ganha um prêmio, ele é concedido a você por um grupo de colegas. Quando olho para a Academia e a composição do corpo de votação da Academia, eles não são meus pares”, disse à AFP a diretora Lulu Wang, cujo filme “A Despedida” venceu no sábado o prêmio de melhor filme no Spirit Awards do cinema independente e que foi excluída do Oscar.

Os membros da Academia são 84% brancos e 68% masculinos.

“Se meus colegas estivessem representados no corpo eleitoral da Academia, votariam em filmes que representam suas vidas e suas histórias”, acrescentou.

“Universal e ampla”

A cerimônia do Oscar, que começa às 17h00 (22h00 de Brasília) e não terá anfitrião, servirá para homenagear Kirk Douglas, o último grande ícone da era de ouro de Hollywood, que morreu na quarta-feira aos 103 anos, e a lenda do basquete Kobe Bryant, vencedor do Oscar, que morreu em um acidente de helicóptero em 26 de janeiro.

“1917”, ambientado na Primeira Guerra Mundial e que acompanha dois soldados britânicos em missão, aparece nas previsões como vencedor do prêmio de melhor filme, e Sam Mendes também está entre os favoritos para levar a estatueta de direção.

Uma grande surpresa seria “Parasita”, a aclamada produção sul-coreana de Bong Joon-ho, também entre os favoritos, com seis indicações.

Mas nenhuma produção em língua não inglesa já recebeu o prêmio mais importante da noite.

Bong disse nos Spirit, em que venceu na categoria de melhor filme estrangeiro, que as legendas não eram uma barreira para essa comédia obscura, porque aborda o abismo entre as classes sociais, um tema que até “pessoas que vivem em Marte” compreendem.

“Quanto mais você se aprofunda em seu entorno, mais próximo de você, mais universal e mais ampla a história pode se tornar.”

Vitórias quase certas

“Coringa” recebeu 11 indicações, incluindo de melhor ator para Joaquin Phoenix, enquanto “O Irlandês”, de Martin Scorsese, e “Era Uma Vez… em Hollywood”, de Quentin Tarantino, têm 10 indicações cada um, o mesmo que “1917”.

Além de Phoenix, e seguindo a tendência da temporada de prêmios, Renée Zellweger é a favorita para o Oscar de melhor atriz por seu papel como Judy Garland, em “Judy”.

Brad Pitt e Laura Dern, que também dominaram a temporada de premiações, devem vencer nas categorias de ator e atriz coadjuvante. O primeiro interpreta um dublê na ode de Tarantino a Hollywood, enquanto Dern dá vida a uma advogada impiedosa em “História de um Casamento”.

As categorias de roteiro, montagem e efeitos visuais não são consideradas definidas, o que abre a possibilidade de vitória para filmes como a sátira nazista “Jojo Rabbit” ou o drama “Adoráveis Mulheres”.

Elton John, favorito ao Oscar de canção original com “(I’m Gonna) Love Me Again”, de “Rocketman”, vai-se apresentar no palco do Dolby, assim como a jovem Billie Eilish, a grande vencedora do Grammy 2020 e compositora da próxima canção da franquia 007.

Assim como no ano passado, o Oscar não terá um apresentador oficial.

Várias estrelas de Hollywood apresentarão os prêmios, uma lista com muito mais diversidade do que a de indicados, que inclui nomes como Oscar Isaac, Sandra Oh, Chris Rock, Mahershala Ali, Salma Hayek, Regina King, Spike Lee e Lin Manuel Miranda.

Confira a lista completa dos indicados:

Melhor Filme
Ford vs Ferrari
O Irlandês
JoJo Rabbit
Coringa
Adoráveis Mulheres
História de um Casamento
1917
Era Uma Vez Em… Hollywood
Parasita


Melhor Ator
Antonio Banderas – Dor e Glória
Leoardo DiCaprio – Era Uma Vez Em… Hollywood
Adam Driver – História de um Casamento
Joaquin Phoenix – Coringa
Jonathan Price – Dois Papas


Melhor Atriz
Cythia Erivo – Harriet
Scarlett Johansson – História de um Casamento
Saoirse Ronan – Adoráveis Mulheres
Charlize Theron – O Escândalo
Renée Zellweger – Judy: Muito Além do Arco-Íris


Melhor Atriz Coadjuvante
Kathy Bathes – O Caso Richard Jewell
Laura Dern – História de um Casamento
Scarlett Johansson – JoJo Rabbit
Florence Pugh – Adoráveis Mulheres
Margot Robbie – O Escândalo


Melhor Ator Coadjuvante
Tom Hanks – Um Lindo Dia na Vizinhança
Anthony Hopkins – Dois Papas
Al Pacino – O Irlandês
Joe Pesci – O Irlandês
Brad Pitt – Era Uma Vez Em… Hollywood
Melhor Animação
Como Treinar Seu Dragão 3
Perdi Meu Corpo
Klaus
Link Perdido
Toy Story 4
Melhor Fotografia
O Irlandês
Coringa
O Farol
1917
Era Uma Vez Em… Hollywood
Melhor Figurino
O Irlandês
JoJo Rabbit
Coringa
Adoráveis Mulheres
Era Uma Vez Em… Hollywood
Melhor Direção
Martin Scorsese – O Irlandês
Todd Phillips – Coringa
Sam Mendes – 1917
Quentin Tarantino – Era Uma Vez Em… Hollywood
Bong Joon Ho – Parasita


Melhor Documentário
Indústria Americana
The Cave
Democracia em Vertigem
For Sama
Honeyland
Melhor Documentário em Curta-Metragem
In The Absense
Learning to Skateboard In a Warzone (If You’re A Girl)
Life Overtakes Me
Louis Superman
Walk Run Cha-Cha
Melhor Montagem
Ford vs Ferrari
O Irlandês
JoJo Rabbit
Coringa
Parasita
Melhor Filme em Língua Estrangeira
Corpus Christi
Honeyland
Os Miseráveis
Dor e Glória
Parasita
Melhor Cabelo e Maquiagem
O Escândalo
Coringa
Judy – Muito Além do Arco-Íris
Malévola – Dona do Mal
1917
Melhor Trilha Sonora Original
Coringa
Adoráveis Mulheres
História de um Casamento
1917
Star Wars: A Ascensão Skywalker
Melhor Canção Original
Toy Story 4 – “I Can’t Let You Throw Yourself Away”
Rocketman – “(I’m Gonna) Love Me Again”
Superação: O Milagre da Fé – “I’m Standing With You”
Frozen II – “Into The Unknown”
Harriet – “Stand Up”
Melhor Design de Produção
O Irlandês
JoJo Rabbit
1917
Era Uma Vez Em… Hollywood
Parasita
Melhor Curta Animado
DCERA (Daughter)
Hair Love
Kitbull
Memorable
Sister
Melhor Curta-Metragem
Brotherhood
Nefta Football Club
The Neighbors’ Window
Saria
A Sister
Melhor Edição de Som
Ford vs Ferrari
Coringa
1917
Era Uma Vez Em… Hollywood
Star Wars: A Ascensão Skywalker
Melhor Mixagem de Som
Ad Astra – Rumo às Estrelas
Ford vs Ferrari
Coringa
1917
Era Uma Vez Em… Hollywood
Melhores Efeitos Visuais
Vingadores: Ultimato
O Irlandês
O Rei Leão
1917
Star Wars: A Ascensão Skywalker
Melhor Roteiro Adaptado
Steven Zaillian – O Irlandês
Taika Waititi – JoJo Rabbit
Todd Phillips e Scott Silver – Coringa
Greta Gerwig – Adoráveis Mulheres
Anthony McCarten – Dois Papas
Melhor Roteiro Original
Rian Johnson – Entre Facas e Segredos
Noah Baumbach – História de um Casamento
Sam Mendes e Krysty Wilson-Cairns – 1917
Quentin Tarantino – Era Uma Vez Em… Hollywood
Bong Joon Ho e Han Jin Won – Parasita