Últimas notícias

Considerado um dos mais perigosos da Bahia, integrante do BDM é morto em operação policial


Um dos líderes da facção criminosa Bonde do Maluco (BDM) Tiago Neri Rosa, conhecido como “Canela”, foi morto durante uma operação realizada pela Rondesp na manhã de quinta-feira (7), em Salvador. Segundo a Secretaria de Segurança de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), Canela era um dos criminosos mais procurados da capital baiana e um dos mais perigosos da Bahia.

A morte de “Canela” aconteceu dentro de uma casa, na Rua Irmã Dulce, no bairro de Brotas. Após ser surpreendido por agentes da Companhia Independente de Policiamento Tático (CPTI/Rondesp Atlântico), o criminoso tentou fugir atirando contra os policiais, iniciando um confronto. O integrante do BDM acabou sendo ferido e chegou a ser socorrido para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu

De acordo com a SSP, “Canela” não estava sendo procurado apenas por envolvimento no tráfico de drogas, mas também por homicídios, roubos a bancos e carros-forte, além de porte ilegal de arma de fogo e corrupção de menores. Com ele, foram apreendidos uma pistola calibre 380, carregador, munições e dois tabletes de maconha.

“Agimos com rapidez para evitar que o líder de facção escapasse. Na ação, nenhum policiail nem inocente ficaram feridos”, relatou o comandante da Rondesp Atlântico, major Edmundo Assemany.

A cúpula da Secretaria de Segurança Pública reforçará o patrulhamentos nos bairros de Salvador que têm o domínio do BDM para, assim, evitar ataques a ônibus e estabelecimentos comerciais.