Últimas notícias

Duas agências da Caixa são fechadas após funcionários apresentarem sintomas da Covid-19

[Duas agências da Caixa são fechadas após funcionários apresentarem sintomas da Covid-19 em Salvador ]

Os usuários que precisam do atendimento nos bancos da Caixa Econômica nesta quinta-feira (7) devem ficar atentos, pois duas agências no bairro de Castelo Branco e na Avenida Barros Reis estão fechadas devido a trabalhadores afastados por suspeita de coronavírus.

De acordo com  Augusto Vasconcelos, presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia, a agência de Castelo Branco teve o atendimento suspenso na quarta-feira (6). Toda a equipe foi recomendado a fazer quaretena e após a sanitarização – ação de limpeza mais demorada que desinfecção-,  o banco será reaberto com toda a equipe de atendentes e segurança modificada. A previsão de retomada aos trabalhos é nesta tarde.

“Recebemos a informação sobre um trabalhador que apresentou sintomas da Covid- 19 e precisou realizar exames na tarde de ontem. Como a da Avenida Barros Reis está com o mesmo modo que é utilizado para esse caso, como suspensão de atendimento, aviso na porta. Lá também deve estar com profissionais com suspeita de coronavírus”, disse.

As pessoas que estavam na fila para buscar o auxílio emergencial desde a madrugada foram pegas de surpresas com o aviso fixado às 8h, na porta da agência. É o caso de Felipe Araújo, uma das dezenas de pessoas que estavam na fila e saíram do local mais uma vez sem conseguir atendimento. “Eu e minha mãe chegamos às 4h e às 8h o segurança informou que não iria abrir. Colocou esse aviso no vidro, e disse que não tinha previsão de abertura”, reclamou.


Os populares após enfrentarem a fila e a chuva ficaram sem saber o que fazer na frente da agência. “Já é o segundo dia que venho para a agência com minha mãe, pois ela tem o direito ao auxílio emergencial e só recebemos a notícia que a mesma não haverá abertura depois de 4 a 5 horas na fila. Um absurdo! Não sei mais o que fazer”.



A reportagem entrou em contato com a assessoria da Caixa Econômica, contudo até o fechamento da matéria não obteve a resposta.