Últimas notícias

Criança morre após ser baleada em tiroteio entre policiais e traficantes em Salvador

[Criança de 11 anos morre durante ação da Polícia Militar no Vale das Pedrinhas]

Um menino de 11 anos foi morto durante uma ação de policiais militares, na Rua Santo André, Vale das Pedrinhas, Complexo do Nordeste de Amaralina, em Salvador, neste domingo (15). 

De acordo com relatos de populares da localidade, a criança estava na rua quando policiais militares chegaram atirando. Algumas pessoas correram, mas o menino não conseguiu escapar e foi atingido por um tiro.

“A polícia não pode chegar atirando, aqui no Nordeste também mora gente de bem, famílias. A polícia só chega aqui assim, atirando com armas de grosso calibres. O menino morreu por nada. Não é só no Rio [de Janeiro] não, aqui em Salvador também acontece de PM matar criança inocente”, disse uma das moradoras que preferiu anonimato.

Ainda segundo os vizininhos, os policiais ajudaram a socorrer a criança para o Hospital Geral do Estado ( HGE), mas o menino não resistiu aos ferimentos provocados pelos tiros e morreu na unidade de  saúde.

Nas redes sociais, colegas do garoto e da família lamentaram a morte do menino.  “Descanse em paz, meu amigo”, dizia um dos post.

A reportagem entrou em contato com a Polícia Militar que, por nota, confirmou a morte da criança e informou que “a ocorrência foi registrada na Corregedoria da Polícia Militar”. 

Ainda de acordo com a nota, policiais militares da 40ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Nordeste de Amaralina) foram acionados pelo Centro Integrado de Comunicação (Cicom) para atender a uma ocorrência de homens ostentando armas de fogo na Rua Santo André, no Vale das Pedrinhas, quando foram recebidos a tiros.

Após a troca de tiros, os policiais teriam encontrado o menino de 11 anos atingido, que foi socorrido para o Hospital Geral do Estado, onde não resistiu aos ferimentos.  

No local onde houve o confronto, a guarnição encontrou ao solo um revólver calibre 38, duas porções de crack e de pasta base para cocaína, 50 pinos de cocaína e 17 trouxas de maconha.

E como os moradores locais relataram e a nota da Polícia Militar informou nada foi comprovado sobre o envolvimento da criança morta com tráfico de drogas.