Últimas notícias

Após decisão judicial, paralisação da Polícia Civil é suspensa


Após o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) declarar a paralisação da Polícia Civil e do Departamento de Polícia Técnica (DPT) como ilegal, o Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia (Sindpoc) decidiu acatar o pedido.

Procurado pelo Varela Notícias, o presidente do Sindicato, Eustácio Lopes, afirmou que apesar disso, a carreata que iria ocorrer até o Centro Administrativo da Bahia (CAB), nesta terça-feira (11) está mantida.

“Hoje nós temos 491 policiais civis infectados, seis óbitos e a Polícia Civil não faz a testagem nos servidores, e com isso não temos o controle de acesso das pessoas nas unidades policiais. Então hoje temos a certeza que um cidadão ao entrar na delegacia, vai registrar sua ocorrência e sair infectado, pois há muitos policiais positivados para a doença”, afirmou

Os policiais iriam paralisar as atividades por 24 horas, nesta terça. A reivindicação da categoria era para que fosse implantado um protocolo de biossegurança nas Delegacias Territoriais, pagamento adicional insalubridade para todos os policiais civis e proibição de testagens nas DTS e DPTs.