Últimas notícias

PF faz ação contra pedofilia na internet e estupro de vulneráveis


A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira (9) uma operação contra pedofilia na internet e estupro de vulneráveis. De acordo com a Interpol em Lyon, na França, um brasileiro seria o responsável por criar e manter um dos maiores fóruns em português de pornografia infantil na deepweb.

O suspeito mora em Araçatuba, interior de São Paulo, e tem cerca de 50 anos e é solteiro com uma filha e um neto. Até o momento não há indicação da participação de terceiros. A PF investiga se o suspeito vendia os conteúdos. 

O suspeito também publicava imagens e vídeos de si próprio estuprando meninas com idades entre 5 e 12 anos, sendo sua filha uma das prováveis vítimas. 

O crime de publicação de imagens de pornografia infantil prevê pena de 3 a 6 anos de reclusão. Já o estupro de vulneráveis prevê de 8 a 15 anos de prisão.