Mulher que mandou matar pai em 1998 é presa mais de 22 anos após crime - PORTAL FERRAZ E O POVO

Últimas notícias

Mulher que mandou matar pai em 1998 é presa mais de 22 anos após crime

 


Uma mulher acusada de mandar matar o pai em 1998, há mais de 22 anos, foi presa na manhã de quinta-feira (28) em Jequié, no sudoeste da Bahia, município onde o crime ocorreu. Ela foi condenada a 16 anos de prisão em regime fechado.

Segundo a polícia, a mulher só foi condenada no final de 2020, quando passou por júri popular. De acordo com a delegacia responsável pelo caso, a condenada contratou um homem por R$ 500 para matar o pai por asfixia, Agenor Pales Novaes, na noite de 30 de junho de 1998.

De acordo com as investigações, a mulher cometeu o crime com o objetivo de ficar com a fazenda de Agenor e receber os lucros da propriedade. O suspeito de executar o crime segue foragido.

A mulher foi presa por policiais da 9ª Coorpin da delegacia de Jequié, na Operação VON RT, deflagrada pela unidade.