Eduardo Cunha critica Temer por vídeo de jantar: ‘Achei muito deselegante’ - PORTAL FERRAZ E O POVO

Últimas notícias

Eduardo Cunha critica Temer por vídeo de jantar: ‘Achei muito deselegante’

 

Eduardo Cunha critica Temer por vídeo de jantar: ‘Achei muito deselegante’
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O vídeo do jantar com o ex-presidente Michel Temer (MDB) que viralizou nos últimos dias ainda rende polêmica. Dessa vez, um ex-aliado do emedebista resolveu dar sua opinião sobre o momento descontraído que tomou conta das redes sociais.

 

Bastante ativo nas redes sociais, o ex-deputado federal Eduardo Cunha (MDB) criticou o encontro que aconteceu na segunda-feira (13), na casa do empresário Naji Nahas, amigo de Temer. A reunião ganhou repercussão por conta da imitação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), feira pela humorista André Marinho.

 

“Achei muito deselegante o gesto de Michel Temer de mandar o seu ‘ marqueteiro’ filmar um jantar privado e depois autorizar divulgar imitação depreciativa do Jair Bolsonaro. Isso não combina com quem quer posar de pacificador”, escreveu Cunha em sua conta no Twitter.

 

O ex-parlamentar ainda questionou a intenção das publicações. “Eu queria só entender se o objetivo é de ajudar a acalmar os ânimos, gesto muito bem vindo, ou apenas de aproveitar para auto promoção”.

 

Nesta terça-feira (14), Cunha teve uma vitória na Justiça. A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal determinou que um processo contra ele deve tramitar na Justiça Eleitoral do Rio de Janeiro.

 

Cunha foi detido preventivamente em 2016 e condenado em 2017 por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Em 2018 a condenação foi confirmada em segunda instância pelo TRF-4 e Cunha recebeu a pena de mais de 14 anos de prisão. Em 2020, Cunha recebeu uma segunda condenação no âmbito da operação Lava Jato, em primeira instância, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele cumpre prisão domiciliar desde 2020.