Empresa é investigada por esquema criminoso no DETRAN-BA “Lavava dinheiro do tráfico” - PORTAL FERRAZ E O POVO

Últimas notícias

Empresa é investigada por esquema criminoso no DETRAN-BA “Lavava dinheiro do tráfico”

 



A apuração do MP identificou que o denunciado Adriano Decia, sócio da empresa, colocou como sócio e “testa de ferro” o filho Rafael Decia. A empresa é gerenciada por Catiucia Dias, também denunciada, e recebeu cinco operações financeiras no mesmo dia 17 de julho de 2019, quando foram movimentados R$ 433 mil.

DETRAN-BA

Conforme a denúncia, a empresa que enviou o dinheiro foi a Gaochen, que na verdade se trata de um stand de eletrônicos localizado na Avenida 25 de Março, em São Paulo. A aochen  recebeu créditos milionários em negociações de criptoativos com 12 exchanges. Além disso, dentro diversas outras operações suspeitas, recebeu créditos advindos de depósitos em espécie feitos em dezenas de áreas de risco do país, incluindo regiões de fronteiras e polígono da maconha.

Parte do crédito depositado pela Gaochen para a Mega Placas foi repassado dois dias depois para a conta pessoal de Catiucia.