Rádio Web Ferraz

RÁDIO WEB FERRAZ

Últimas notícias

Aeronáutica diz que usa Viagra para hipertensão arterial pulmonar

 

Militares justificaram que remédio também é usado para esclerose sistêmica; Forças Armadas autorizaram compra de 35 mil unidades

Caixa de Viagra

Caixa de Viagra

DIVULGAÇÃO/PFIZER

Após a divulgação da compra de 35 mil comprimidos de Viagra por parte das Forças Armadas, a Aeronáutica informou nesta segunda-feira (11) que o medicamento é usado para hipertensão arterial pulmonar e em pacientes com esclerose sistêmica, para "melhor controle do fenômeno de Raynaud em pessoas acometidos pela grave doença". A Aeronáutica ressaltou que o uso para o tratamento de disfunção erétil, a principal indicação do Viagra, "não se encontra priorizada nesse tipo de aquisição".

"Entre os usos atualmente aprovados da sildenafila estão principalmente o tratamento para hipertensão arterial pulmonar e para melhor controle do fenômeno de Raynaud numa doença grave denominada esclerose sistêmica, o que endossa e motiva a aquisição para utilização do aludido medicamento especialmente no âmbito hospitalar. A utilização para o tratamento da disfunção erétil não se encontra priorizada nesse tipo de aquisição", informou a Aeronáutica.No fenômeno de Raynaud, o fornecimento de sangue é afetado em determinadas áreas do corpo, geralmente as extremidades (dedos das mãos e dos pés, orelhas e ponta do nariz), que ficam dormentes e geladas.As Forças Armadas autorizaram processos de compra de 35.320 unidades de citrato de sildenafila, conhecido como Viagra, medicamento indicado para o tratamento de homens com disfunção erétil. Dados do Portal da Transparência e do Painel de Preços do governo federal mostram oito pregões homologados entre 2020 e 2021, e ainda em vigor neste ano.

A maior parte das aquisições é direcionada à Marinha, com 28.320 unidades do medicamento. No caso do Exército, foram 5.000 comprimidos; e da Aeronáutica, foram 2.000.