• Últimas notícias

    terça-feira, 25 de abril de 2017

    LULA DECLARA GUERRA À GLOBO E PROMETE REGULAR A MÍDIA QUANDO VOLTAR

    Foto: Ricardo Stuckert
    Ex-presidente prometeu regulamentar o mercado da mídia caso seja eleito presidente mais uma vez; declaração foi feita na noite desta segunda-feira 24, durante seminário sobre economia organizado pela Fundação Perseu Abramo em Brasília; Lula também disse que, se voltar à presidência, não vai almoçar com os Marinho, da TV Globo, nem falar com a revista Veja; "Eles vão ter que entender que estarão lidando com um cidadão diferente. Se não sabem lidar com as mentiras que eles inventarem, eu não posso fazer nada", anunciou; o petista provocou ainda a Globo sobre as eleições de 2018: "Eles que escolham seu candidato, porque eu já derrotei o candidato da Globo"; depois do evento, Lula se reuniu com lideranças indígenas247 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prometeu regulamentar o mercado da mídia se for eleito presidente da República pela terceira vez. A declaração foi feita na noite desta segunda-feira (24), durante seminário sobre economia organizado pela Fundação Perseu Abramo em Brasília.
    Lula também disse que, se voltar à presidência, não vai almoçar com os Marinho, da TV Globo, nem falar com a revista Veja. "Eles vão ter que entender que estarão lidando com um cidadão diferente. Se não sabem lidar com as mentiras que eles inventarem, eu não posso fazer nada", anunciou.
    O ex-presidente pontuou ainda que é vítima de uma perseguição injusta e baseada em mentiras, mantida em ação 24 horas por dia. Mas que, agora, após anos fazendo acusações que não encontram provas para serem respaldadas, os meios de comunicação enfrentam uma situação difícil.
    "Está chegando a hora de parar de falatório e provar. A prova em cima do papel. Quero que mostrem uma conta, um desvio de conduta meu", afirmou.
    Sobre as eleições de 2018, Lula também provocou a Globo, em alusão a Aécio Neves (PSDB), delatado pela Odebrecht e acusado de ser um dos políticos que mais recebeu propina da empreiteira, R$ 50 milhões, parte dela em uma conta em Nova York. "Eles que escolham seu candidato, porque eu já derrotei o candidato da Globo", disse Lula.

    Polícia

    Bahia

    Serrinha