• Últimas notícias

    quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

    Agentes de Endemias intensificam ações para combater a esquistossomose em Bonfim

    A esquistossomose é uma infecção adquirida quando as pessoas entram em contato com água doce que está infectada com as formas larvais de parasitas da espécie SCHISTOSOMA. Trata-se de uma doença que desencadeia problemas de saúde crônica, pois, os vermes adultos microscópicos se instalam nas veias de drenagem do trato urinário e dos intestinos e a maioria de seus ovos ficam presos nos tecidos, assim, a reação do corpo a eles pode causar grandes danos à saúde. Com a denúncia sobre a infestação de esquistossomose no povoado de Cariacá, zona rural de senhor do Bonfim, a enfermeira da Vigilância Epidemiológica (VIEP), Ana Claudia faz algunsesclarecimentos acerca do assunto. Inicialmente explica que não trata-se de um problema novo, pois, Senhor do Bonfim é considerada uma área endêmica para a esquistossomose, ou seja, há uma prevalência da doença conforme dados da análise epidemiológica baseado no Programa de Controle da Esquistossomose (PCE). Desta forma, a VIEP junto com a equipe de Agentes de Endemias e a Atenção Básica estão se mobilizando para tentar solucionar este problema de saúde pública.
    “A nível Brasil, Senhor do Bonfim está inserida numa área endêmica para esquistossomose, Então, devemos estar atentos enquanto gestores públicos e servidores sanitários responsáveis para tratar deste prisma. Desta forma, a VIEP, e os Agentes de Endemias estão intensificando o trabalho para que diminua o número de pessoas infectadas e que também não seja propagada essa cadeia de transmissibilidade através do parasito que está nas fezes dos infectados”, explicou Ana Claudia.
    A Vigilância Epidemiológica, já realiza o trabalho de diagnóstico através dos Agentes de Endemias que vãos nas localidades, seguindo as diretrizes do PCE realizar a entrega de coletores de fezes às pessoas, os quais serão recolhidos e levados para o laboratório do município para análise, e, conforme o resultado, se positivo, será disponibilizado o tratamento pela Farmácia Básica do Município. As pessoas infectadas recebem tratamento gratuito com acompanhamento pela Equipe de Saúde da Família (ESF), que fará a entrega do medicamento e acompanhará a ingestão do mesmo, e orientação sobre possíveis reações adversas.
    Na manhã desta terça-feira (06), os profissionais estiveram no povoado de Cariacá onde cinco pacientes com resultados positivos foram encaminhados para o tratamento de esquistossomose.
    “Os Agentes de Endemias estarão concluindo toda a comunidade de Cariacá ate o próximo dia 23/02, em seguida estaremos divulgando as próximas localidades onde o PCE terá continuidade ao longo deste ano”, disse Marlon Reis Coordenador de Endemias.
    ESQUISTOSSOMOSE MATA, SE VOCÊ SE CUIDAR, ELE NÃO VAI TE PEGAR!

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Polícia

    Bahia

    Serrinha