Últimas notícias

Bebês do futuro


Ele nasceu há um mês no hospital da Baylor University Medical Center, nos Estados Unidos. Teve seu nome, o nome dos pais e o endereço preservados para que a privacidade da família seja respeitada. É um cuidado a mais para o menino – retratado na foto acima – que se tornou a primeira
criança nos EUA a nascer após a mãe ser submetida a um transplante de útero.
O anúncio de seu nascimento ocorreu na semana passada e deixou entusiasmados médicos e pacientes de todo o mundo. Provou que a aplicação do método pode ser replicada por instituições ao redor do planeta. Desde 2014, apenas o hospital sueco da universidade Sahlgrenska, em Gotemburgo, havia sido bem-sucedido na adoção da técnica. Oito bebês nasceram por lá depois de transplantes uterinos. “É importante quando reproduzimos com sucesso novos métodos”, afirmou a médica Liza Johannesson, ex-integrante do time de especialistas suecos e hoje membro do grupo da Baylor University. “Vi muitos nascimentos, mas este foi especial.”