Últimas notícias

Agente penitenciário mata ex-mulher na frente da filha de 11 anos

O agente penitenciário Gylson Alves de Sena, 41 anos, assassinou a ex-mulher com um tiro nas costas e outro no braço, na última quarta-feira (25/4), na cidade de Araçatuba, em São Paulo. Logo depois, ele tirou a própria vida. O crime ocorreu na frente da filha dos dois
Geni Aparecida dos Santos Ferrer, de 48, foi assassinada na casa onde o casal vivia e em frente à filha de apenas 11 anos. De acordo com a Polícia Militar, ele pediu para ver o celular da ex, que recusou. Com isso, teve início uma discussão. O homem, então, sacou a pistola e disparou os tiros. Ambos chegaram a ser socorridos para uma unidade médica, mas não resistiram aos ferimentos.