Últimas notícias

Audiência de acusados de morte de PM é adiada pela Justiça

[Audiência de acusados de morte de PM é adiada pela Justiça]

A audiência dos acusados do latrocínio que vitimou o policial militar Fabiano Fortuna e Silva foi adiada a pedido da juíza. O policial foi atingido por disparo de arma de fogo no estacionamento do Shopping Paralela, após ser abordado por dois homens acusados do crime. São eles Eduardo Santos de Araújo e Marcelo de Moura Fernandes. A primeira audiência sobre o crime, que aconteceu em setembro de 2017, aconteceria na manhã desta terça-feira (24), mas foi adiada a pedido da juíza responsável pelo caso. Os acusados estão custodiados. O subtenente era lotado na 9ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Pirajá) e fazia parte da corporação há 19 anos. O advogado André Luiz Amorim, que defende Eduardo Araújo, afirmou que as partes ainda serão intimadas sobre a nova data. Procurada, a assessoria do Tribunal de Justiça da Bahia não deu um retorno sobre o motivo do adiamento até a publicação desta nota.