Últimas notícias

Jovem é torturado e amarrado em árvore durante assalto na BA; vítima sobrevive após se fingir de morta e dupla é presa


Dois jovens foram presos após confessarem ter roubado e torturado um adolescente de 17 anos, durante uma tentativa de latrocínio [roubo seguido de morte] na cidade de Nova Viçosa, sul da Bahia. O garoto sobreviveu após se fingir de morto.
A dupla, que amarrou o menor a uma árvore, teve ajuda de um adolescente, também de 17 anos, para cometer o crime. Segundo a polícia, o crime aconteceu depois que a vítima marcou com os criminosos para comprar uma arma ilegalmente por R$ 700.
O delegado Marco Antônio Neves, responsável por investigar o caso, contou ao G1 nesta quinta-feira (26), que o crime aconteceu no dia 8 de março. A dupla foi presa na quarta (25), após prisão preventiva ser decretada pela Justiça.
A tentativa de latrocínio aconteceu depois que o adolescente identificado pelas iniciais K.B. entrou em contato com Clériston Melo Gomes, de 20 anos, por telefone, para negociar a compra de uma arma. "A vítima queria comprar o revólver para se proteger, após ter sido ameaçado por causa de um namoro", disse o delegado.
Após acertarem a compra do revólver por R$ 700, a vítima e Clériston marcaram em um local deserto para realizarem a transação. Neste lugar, o suspeito esperou a vítima acompanhado do irmão, de 17 anos. A identidade dele não foi revelada.
Conforme as investigações, K.B. entregou o dinheiro a Clériston, que o chamou para fumar um cigarro. O adolescente teria desconfiado porque Clériston não entregou o revólver comprado. O suspeito, então, fez sinal para Fábio Ferreira de Souza, de 19 anos, que estava escondido, agir. Fábio apareceu por trás da vítima e o estrangulou.
Depois disso, ele, Clériston e o irmão começaram a agredir o adolescente com um martelo. De acordo com o delegado, o trio golpeou a vítima na cabeça e na garganta. Clériston teria usado também uma chave de fenda para agredir o menor no pescoço