Últimas notícias

Em esquema milionário, Ricardo Teixeira desviou 26 mi de euros da CBF, aponta Justiça espanhola

[ Em esquema milionário, Ricardo Teixeira desviou 26 mi de euros da CBF, aponta Justiça espanhola]
Após a decisão da Justiça da Espanha de processar o ex-presidente do Barcelona, Sandro Rosell, por ter organizado diversas contas e empresas de fachada para esquemas de corrupção e lavagem de dinheiro, a investigação chegou no ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira. De acordo com a Justiça espanhola, Ricardo Teixeira desviou recursos da entidade máxima do futebol brasileiro, num esquema que movimentou 26 milhões de euros e envolveu também o ex-secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke.
O jornal “Estadão” obteve acesso a alguns documentos do processo e, de acordo com o periódico, eles apontam que uma organização criminosa “procedeu em ocultar as quantidades ilicitamente desviadas por Ricardo Terra Teixeira”.
Desta forma, Teixeira teria se utilizado de alguns mecanismos para realizar a operação. O primeiro deles se referia a “venda por parte de Teixeira, representando a CBF, dos direitos da seleção de futebol de seu país, a uma empresa mercantil árabe com sede nas ilhas Caiman”.
Segundo a Justiça da Espanha, o ex-presidente da CBF teria desviado 8,5 milhões de euros, além de outros 6,5 milhões de euros por Sandro Rossel, tudo isso, de acordo com a investigação, “em prejuízo da CBF”. Os documentos ainda apontam que “para dar aparência de legalidade à cobrança desse dinheiro, os investigados levaram à cabo uma série de contratos de fachada”. (Bocão)