Últimas notícias

IRMÃO MATA OUTRO NA ZONA RURAL DE QUIJINGUE, POR CAUSA DE UMA CUIA DE FARINHA



Gilberto Reis Godinho, 54 anos, natural de Quijingue/BA., Residente na localidade Serra Branca, Zona Rural,  Quijingue/BA..
Obs. Já Preso em flagrante.

▪Vítima: José Reis Godinho,  natural de Quijingue/BA. nascido aos O7/01/1966 (52 anos), também residente na Localidade Serra Branca, Zona Rural,  Quijingue/BA.

▪Motivação:  Apesar de irmãos, eram antigos desafetos, e, segundo o flaganteado, "a gota d'água" foi uma discórdia, simplesmente por causa de farinha, isso mesmo, farinha de mandioca, como realmente encontramos no local, uma tigela de farinha com carne seca, ao lado do corpo. Constatamos também que fizeram uso de bebida alcoólica.

▪Histórico: como acima referido, constamos que fizeram uso de  bebida alcoólica, seguida de uma discórdia gerada por causa de farinha de mandioca, e, em razão de serem desafetos, e, segundo o autor, a vítima já o lesionara a faca no passado, havia mais de uma década.

Foi acionado o DPT - Departamento de Polícia Técnica de Euclides da Cunha, o qual compareceu ao local para as perícias de local e recolhimento do corpo para exame cadavérico, corpo este que estava semi sentado ao  chão da pequena casa e com múltiplas lesões provocadas por arma branca em diversas partes do corpo, a saber: várias lesões no couro cabeludo com exposição óssea (facão), várias lesões no rosto e pescoço (facão), várias lesões em braços, antebraços e mãos caracterizando lesões de defesa (facão), além de outras lesões em tórax. Foi ainda recolhidos no local, um facão, uma faca e uma "suvela" (instrumento usado geralmente para costurar couro), objetos esses, segundo o autor, usados no crime.

▪Providências: Confecção da ocorrência n° 002**/2018, expedição de guias de necropsia e de local de crime, levantamento e intimação  de testemunhas e autuação em flagrante do autor apresentado pelo guarnição da có-irmã Polícia Militar, que de imediato compareceu ao local e sob o comando do Sd **, localizaram e prenderam o autor *Gilberto Reis Godinho, este ainda com as vestes e os pés, sujos de sangue, provavelmente do irmão a vítima José Reis Godinho.