Últimas notícias

STF faz licitação de R$ 1,1 milhão para comprar lagostas e vinhos


O Supremo Tribunal Federal (STF) divulgou, ontem (26), um edital sobre um pregão eletrônico para "serviços de fornecimento de refeições institucionais", com gasto estimado de R$ 1,134 milhão. O serviço se refere à contratação de um fornecedor para as refeições servidas pela Corte, conforme suas necessidades. Procurado pelo Estadão, o Supremo disse que o edital segue o padrão do Ministério das Relações Exteriores, que faz o cerimonial da Presidência da República.
O menu inclui café da manhã, "brunch", almoço, jantar e coquetel. A lista traz produtos para pratos como bobó de camarão, camarão à baiana e "medalhões de lagosta com molho de manteiga queimada". Exige ainda que sejam colocados à mesa bacalhau à Gomes de Sá, frigideira de siri, moqueca (capixaba e baiana), arroz de pato, vitela assada, codornas assadas e carré de cordeiro, entre outros pratos. Também há especificações para os vinhos, a cachaça usada na caipirinha e os destilados.