Últimas notícias

Em vídeo, Papa diz que juízes devem ser isentos; internautas relacionam declaração ao caso Moro

Medina

O líder da igreja católica, Papa Francisco, Tweetou, nesta quinta-feira (4/7), um vídeo em que pede que magistrados 'atuem com integridade, para que a injustiça que atravessa o mundo não tenha a última palavra'.

Seguidores e políticos relacionaram a mensagem à atuação do atual ministro da Justiça, Sergio Moro, em processos da Lava Jato que culminaram na condenação do ex-presidente Lula. Não há, porém, confirmação de que a declaração tenha ligação com a política.