Últimas notícias

Suspeito de sequestro, roubo e ataque a instituições financeiras morre no interior da Bahia


Investigado pelo Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco) há aproximadamente três anos, um dos principais suspeitos de atuar em ataques contra instituições financeiras, sequestro e roubo a mineradora morreu na quarta-feira (8), no município de Lapão, interior da Bahia.

Após informe sobre a presença do homem em uma fazenda localizada no povoado de Mosquito, as guarnições da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Semiárido e das Rondas Especiais (Rondesp) Chapada iniciaram as diligências.

Ao chegarem às margens da BA-432, os policiais avistaram uma casa que apresentava as características indicadas na denúncia. Durante o cerco, um grupo de homens que estava no imóvel tentou fugir atirando contra os PMs. No revide, o suspeito acabou atingido, socorrido para o hospital da cidade, mas não resistiu. Na ação foram encontrados uma pistola, um carregador para o armamento, porções de maconha e um carro.

Segundo o comandante da Cipe Semiárido, major Carlos Maltez, as diligências para capturar os outros demais integrantes foram iniciadas. “Os outros comparsas conseguiram fugir, mas as guarnições continuam na região, inclusive na caatinga, fazendo buscas para localizá-los”, declarou o oficial.

O diretor do Draco, delegado Marcelo Sansão, revelou que o suspeito era um dos principais alvos investigados pela prática de roubos a instituições financeiras. “Muito perigoso e tinha envolvimento em vários crimes. Dentre as investigações contra a ele está a participação em um ataque a uma agência bancária, em Mulungu do Morro, que ocorreu em dezembro do ano passado”, finalizou.