Últimas notícias

Vídeo mostra baiano criticando Rui e Neto para Bolsonaro no Alvorada; "querem colocar nas suas costas o declínio"

Vídeo mostra baiano criticando Rui e Neto para Bolsonaro no Alvorada; "querem colocar nas suas costas o declínio"
Um homem, que afirma ser "baiano de Salvador", criticou a postura do governador Rui Costa (PT) e do prefeito ACM Neto (DEM), durante o tradicional encontro com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), na saída do Palácio do Alvorada, nesta terça-feira (5//5). Em um vídeo, o bolsonarista diz que é "microempresário" na capital baiana e que perdeu oito funcionários por causa da crise da Covid-19.  
“O PT está arrasando a Bahia. E ACM Neto também está na mesma onda. Neto, ontem, declarou mais 15 dias de quarentena. A quarentena em Salvador não existe de verdade. Os comércios estão fechados sim, mas os bairros estão lotados de gente. Eu posso provar isso, porque fiz várias gravações”, afirma. 
Ele diz, também, que o petista e o democrata querem "colocar nas costas” de Bolsonaro o “declínio” econômico, consequência das medidas restritivas adotadas por eles em Salvador. “Eu dirigi 22 horas pra estar aqui e denunciar Rui Costa e ACM Neto, que querem destruir o Brasil”, completou. Em seguida, Bolsonaro pediu que o rapaz se aproximasse da imprensa. 
Em outro vídeo, o empresário aparece próximo ao local da coletiva, apoiando o discurso do presidente. "Nós, como empreendedores, estamos pedindo, presidente, queremos uma quarentena não horizontal, mas uma vertical". 
VEJA VÍDEO:

Vale lembrar que, ao contrário do presidente Jair Bolsonaro, que defende o isolamento social vertical, ou seja, apenas para pessoas contaminadas, ou que estejam nos chamados grupos de risco, o governador da Bahia, Rui Costa, e o prefeito de Salvador, ACM Neto, têm adotado medidas de isolamento social completo, seguindo orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e de institutos de saúde ao redor do mundo que tratam do tema.
Os dois, inclusive, já tiveram, por mais de uma vez, reuniões para discutir medidas conjuntas de enfrentamento à pandemia e, inclusive, participaram de inaugurações de obras que têm o intuito de minimizar o impacto do coronavírus na capital baiana.
Tanto Neto, quanto Rui, em  mais de uma oportunidade, criticaram a postura de Bolsonaro ao tratar do tema e indicaram que o comportamento do presidente acaba por gerar uma "crise política", o que só agrava o momento já difícil enfrentado pelo país. O clima de tensão entre as autoridades atingiu o ápice na semana passada, quando Bolsonaro rebateu críticas do governador da Bahia acusando-o de "ficar de palhaçada"