Últimas notícias

Justiça converte prisões de receptadores de materiais da SSP

Dois homens acusados de participação no esquema de desvio de materiais da Secretaria da Segurança Pública tiveram as prisões em flagrante convertidas em preventivas, após solicitação do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom) da Polícia Civil.

De acordo com a diretora do Depom, Fernanda Porfírio, embora houvesse solicitações para os três envolvidos, a Justiça não deferiu a do servidor envolvido nos furtos dos mais de 40 computadores. 

De acordo com as investigações, um servidor que atuava com a manutenção de peças aproveitava o acesso à sala de materiais para furtar os itens. Ele foi descoberto e denunciado pela Superintendência de Telecomunicações (Stelecom), setor onde era lotado, e confessou o crime.

Segundo ele, o material era comercializado no site de vendas OLX por um dos envolvidos. O outro auxiliava no deslocamento das peças do CAB e na guarda dos materiais.

Por determinação da Justiça, o servidor responderá o processo em liberdade. Ele também é alvo de um Processo Administrativo Disciplinar.