Segundo a secretaria de saúde do estado (SESAB), Serrinha e outras cidades da região do sisal estão na rota da variante do coronavírus (P.1) oriunda de Manaus. - PORTAL FERRAZ E O POVO

Últimas notícias

Segundo a secretaria de saúde do estado (SESAB), Serrinha e outras cidades da região do sisal estão na rota da variante do coronavírus (P.1) oriunda de Manaus.


A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), informou em comunicado emitido na terça-feira (4), que novos casos de pessoas infectadas com variantes do coronavírus de Manaus e do Reino Unido, foram detectados no estado. Clique aqui para ver a íntegra do documento.


Com isso, subiu para 106 o número de casos dessas duas variantes do vírus na Bahia até a última segunda-feira, 3 de maio. São 93 casos de pacientes com a variante brasileira, originada no Amazonas (P.1), nos municípios de Amargosa, Anguera, Brumado, Camaçari, Cipó, Conceição do Jacuípe, Cruz das Almas, Dias D’Ávila, Feira de Santana, Guanambi, Ilhéus, Irecê, Itabuna, João Dourado, Juazeiro, Lauro de Freitas, Luís Eduardo Magalhães, Mutuípe, Porto Seguro, Retirolândia, Riachão do Jacuípe, Salvador, Santaluz, Santo Antônio de Jesus, São Gonçalo dos Campos, São Sebastião do Passé, Serra Preta, Serrinha e Tanhaçu, e 13 casos com a variante do Reino Unido (a chamada B.1.1.7), em Ilhéus, Itapetinga, Lauro de Freitas, Prado e Salvador.

Ainda conforme o comunicado, a Sesab recomenda que as pessoas evitem viagens não essenciais, principalmente para essas cidades, entre outras medidas de prevenção:“As variantes identificadas demandam especial atenção do Poder Público e da população em razão de mutações capazes de acarretar maior transmissibilidade e maior gravidade do quadro clínico”, alertou.