Zé Trovão fica “nervoso” após entregar suposto acordo havido com Alexandre de Moraes - PORTAL FERRAZ E O POVO

Últimas notícias

Zé Trovão fica “nervoso” após entregar suposto acordo havido com Alexandre de Moraes

 Zé Trovão fica "nervoso" após entregar suposto acordo havido com Alexandre de Moraes [vídeo]

Zé Trovão fica “nervoso” após entregar suposto acordo havido com Alexandre de Moraes 

O caminhoneiro Zé Trovão, um dos líder da manifestação de 7 de Setembro contra Alexandre de Moraes, do STF, publicou um vídeo nesta quarta-feira (15/09) entregando que houve um acordo pela revogação de sua prisão. Após esse episódio, Trovão ficou “muito nervoso” com a repercussão do caso. A informação foi obtida nesta sexta-feira (17/09) pelo Blog do Esmael.

Zé Trovão e o jornalista bolsonarista Oswaldo Eustáquioentrevistado ontem pelo Blog do Esmael, estão hospedados no Hotel Fiesta Inn na Cidade do México. Eles aguardam um habeas corpus coletivo supostamente intermediado pelo ex-presidente Michel Temer (MDB).

O fugitivo disse que está aguardando a revogação da prisão, mas ele não soube precisar quando isso acontecerá. “Continuo no aguardo da minha liberdade… Não sei quanto tempo vai levar, mas acredito muito que vai acontecer em breve. Existe um acordo e esse acordo tem que ser respeitado, que no momento propício vai acontecer”, disse Zé Trovão, visivelmente calmo e moderado.

Desde as vésperas dos protestos no Dia da Independência, Alexandre de Moraes determinou a prisão de Eustáquio e Zé Trovão. O jornalista foi o primeiro a ser beneficiado a revogação do mandado judicial, na sexta-feira (10/09).

Na quinta-feira (09/09), o presidente Jair Bolsonaro assinou uma carta escrita pelo antecessor em que se “rede” a Alexandre de Moraes ao pedir desculpas pelo excesso nas manifestações.

Segundo a crônica política e os bastidores jurídicos, Temer teria facilitado um entendimento entre o ministro do STF e Bolsonaro. Além da libertação dos bolsonaristas, também haveria a garantia de que Bolsonaro não concorreria à reeleição em 2022, o que ajudaria o surgimento da terceira via –a nova obsessão da velha mídia corporativa.