Rádio Web Ferraz

RÁDIO WEB FERRAZ

Últimas notícias

Agentes da educação visitam casas de alunos faltosos no combate à evasão escolar



Foto: Igor Santos/Secom

Com o objetivo de levar os alunos faltosos de volta ao ambiente escolar, agentes de educação realizaram uma busca ativa, através de visitas domiciliares, para identificar os motivos da ausência dos alunos. Durante a campanha “Dia V! Agente visita, o aluno volta!”, nesta quarta-feira (17), mais de 650 famílias foram visitadas. A iniciativa do Parque Social, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Smed), busca diminuir o índice de falta dos alunos, após a retomada das aulas.

O papel dos agentes de educação é identificar os motivos que levam os alunos a deixar de frequentar a escola. Durante a visita, os profissionais sensibilizam a família sobre a importância da volta às aulas presenciais, mostrando que as escolas estão preparadas para receber as crianças com segurança.

No decorrer do diálogo, os agentes mostram a necessidade da não interrupção do processo de aprendizado. Participaram da ação 217 profissionais. Cada um visitou em média três alunos faltosos. A partir de duas faltas, o aluno já é considerado infrequente.

Esforço– “O Parque Social tem feito esforços, através do Programa Agente da Educação, para que esses alunos estejam na escola, de forma interessada. A forma de trazer o aluno faltante para escola é ir buscá-lo, em domicílio, para saber o motivo que tem afastado a criança da sala de aula”, explicou Sandra Paranhos, diretora geral da instituição.

Segundo ela, a ideia é sensibilizar os pais sobre a necessidade e importância do aluno estar na escola. “Hoje há uma ausência maior, em consequência da pandemia, por isso tomamos a iniciativa de realizar essa campanha, para que esse trabalho seja intensificado”.

A agente de educação Elaine Cardoso relata que trabalha diretamente no combate à evasão dos alunos. “É uma ação muito efetiva e os números são positivos. Dificilmente encontramos resistência”, revelou.

Eficaz– A diretora da Escola Municipal Carmelitana 25 de Agosto, Enilda Dorea, afirmou que o trabalho desenvolvido pelos agentes é eficaz. “Os profissionais conseguem ter um contato mais aproximado com as famílias dos alunos faltosos. Com certeza, facilita o trabalho e contribui para diminuição de índices de abandono escolar”, avaliou.

O motorista José Raimundo Oliveira, de 58 anos, avô do estudante Fabrício Oliveira, de 7 anos, ao receber a visita dos agentes, explicou que o neto passou por problemas de saúde, mas garantiu o retorno do menino nesta sexta-feira (18). “Deveríamos ter avisado, mas com a correria não foi possível. Mas é muito bom saber que existe a preocupação. Mostra a importância de ter as crianças dentro da escola e evita o abandono escolar”, concluiu.