Rádio Web Ferraz

RÁDIO WEB FERRAZ

Últimas notícias

Bolsonaro diz que 'picanha no Brasil está metade do preço do Canadá', mas volta atrás

 

Bolsonaro diz que 'picanha no Brasil está metade do preço do Canadá', mas volta atrás
Foto: Reprodução / Portal Metrópoles

Durante uma conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, na manhã da última quarta-feira (11), o presidente Jair Bolsonaro (PL) indagou seus apoiadores sobre o preço da carne, tipo picanha, em outros países. A fala gerou crítica nas redes sociais, após ele dizer que o insumo seria mais barato aqui do que no Canadá. 

 

De acordo com o que divulgou o Portal Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias, o presidente indagou a uma apoiadora. “O preço da carne lá fora subiu muito?”.  A mulher relata que, quando residia em um país estrangeiro, comprava meio quilo picanha por R$ 100. “A crise é no mundo todo. Aqui no Brasil está caro? Está. Mas alguns me acusam injustamente. No Brasil, quanto está o quilo da picanha? Menos da metade do preço que lá de fora. Está caro? Está caro”, disse o chefe do Executivo.

 

“Vocês lembram do ‘fica em casa e a economia a gente vê depois?’ Quem mandou ficar em casa que é o responsável por isso aí. Não só mandou, como vigiou, botou a polícia em cima, botou a guarda municipal…”, disse o mandatário, em relação aos governadores que adotaram medidas restritivas contra a Covid-19.

 

No Twitter, internautas começaram a apontar que a realidade era bem diferente. Em uma comparação, comprovada pelo Bahia Notícias, a rede canadense Metro mostra, entre as ofertas desta semana, o quilo da picanha a 15,41 dólares canadenses (ou 6,99 dólares por libra). Convertidos, seriam cerca de R$ 61. No Pão de Açúcar, o quilo de picanha sai a R$ 98,96.

 

Porém, a diferença vai além por causa de um outro fator: o poder de compra. O valor do salário mínimo no Canadá é diferente a depender da província. No caso de Toronto, o valor pago por hora trabalhada é de 14,35 dólares canadenses. 

 

Se o trabalho for de 8h diárias, o valor mínimo recebido em um mês será de 2.296 dólares - o que, convertido, daria 9.069,2 reais. Assim, além do quilo da picanha estar mais caro no Brasil, o impacto desse quilo no bolso do consumidor também é consideravelmente maior - já que o salário mínimo por aqui é de R$ 1.212. Inclusive, o presidente Jair Bolsonaro será o único a terminar um mandato com o salário mínimo valendo menos (entenda aqui).