Rádio Web Ferraz

RÁDIO WEB FERRAZ

Últimas notícias

Palavra e reserva técnica sobrepõe resistência e Nilo desponta como favorito na vice de Neto

 



Por: Rodrigo Daniel Silva  Aliados próximos ao pré-candidato ao governo da Bahia, ACM Neto (UNIÃO), consideram que o deputado federal Marcelo Nilo (Republicanos) é o favorito para ser o postulante a vice-governador nas eleições deste ano.

Um ex-parlamentar próximo aos dois disse, em reservado ao Metro1, que a "chance é de 90%" de Nilo ser o vice. A avaliação, dentre os correligionários, é de que o ex-prefeito soteropolitano deve colocar o deputado federal como um gesto de gratidão, e para honrar sua palavra. O entendimento é de que, se Nilo não tivesse rompido com a base do governador Rui Costa (PT), o PP não teria tido também o ímpeto para a ruptura política com o grupo petista.

Outro motivo para o favoritismo de Marcelo Nilo, segundo aliados de ACM Neto, é de que, se for o vice, o deputado poderá transferir os cerca de 100 mil votos. Há duas versões sobre esse fato. A primeira é de que Nilo, inclusive, já teria distribuído uma parte dos seus votos entre o grupo político, mesmo antes de ser confirmado como vice. O Republicanos seria o principal beneficiado com essa distribuição de votos.
 
A segunda versão é de que, na verdade, ele fez uma espécie de "reserva técnica", ou seja, apenas indicou os nomes que podem ser contemplados com o seu voto. Após a chegada do PP na base, ACM Neto teria se reunido com Marcelo Nilo, e teria prometido a ele o espaço na chapa. Mas o ex-prefeito teria dito, segundo os aliados, que essa é uma "engenharia difícil", e pediu a Nilo que evitasse se expor publicamente. O deputado, realmente, tem evitado conceder entrevistas à imprensa e entrar em polêmicas. 

A "engenharia" é considerada complexa porque há resistência na base oposicionista ao nome de Marcelo Nilo. Há aliados que até ameaçam romper politicamente, caso ACM Neto realmente coloque o deputado como vice.

Na base petista, há rumores de que haveria um torcida para Nilo ser o vice de ACM Neto, e a campanha governista teria, inclusive, um dossiê contra o parlamentar para ser usado nas eleições. 

Neto tem dito publicamente que a decisão sobre o seu último integrante da composição só sairá após o 2 de Julho. A expectativa entre os correligionários é de que o nome só seja divulgado no dia da convenção, prevista para acontecer no dia 5 de agosto.